(62) 3238-1100 contato@hmap.org.br
Escolha uma Página

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) registrou na tarde da última quarta-feira, 27, a alta de mais duas pacientes curadas do novo coronavírus. Porém, desta vez, os profissionais da linha de frente foram surpreendidos com mensagens de carinho e agradecimento, manifestadas por meio de cartazes estendidos no momento da liberação, além de um relato ressaltando a importância da assistência humanizada.

Alice Siqueira da Silva, 71 anos, estava internada na unidade para tratar a infecção causada pelo novo coronavírus, e, na ocasião de sua liberação surpreendeu a equipe de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, junto de sua família, com cartazes contendo mensagens de agradecimento ao atendimento humanizado prestado pelo HMAP. A ação movimentou o hospital e trouxe alegria e muita vontade para que os colaboradores possam continuar seguindo os objetivos do cuidado humanizado; a qualidade assistencial e a dignidade individual.

Além de Alice outra paciente surpreendeu a equipe no mesmo dia com um relato emocionante e repleto de carinho e gratidão. Benedita Silva de Oliveira, 79 anos, moradora de Goiânia, recebeu alta após dar entrada no hospital para também tratar da COVID-19. Contudo, no dia 26 de janeiro, a equipe do Serviço Social e a equipe da Psicologia da unidade receberam um pedido do esposo de Benedita, Sr. Geraldo, pedindo para que os profissionais a entregassem flores em comemoração aos 58 anos de casamento.

Pensando na importância que a humanização tem no processo de um cuidado assistido, o pedido do Sr. Geraldo foi atendido. Benedita relata que o carinho e a assistência que recebeu no HMAP, juntamente com o gesto em conjunto com seu marido foram aspectos fundamentais para sua recuperação.

A humanização hospitalar começa na recepção do paciente, na sala de espera, até o atendimento médico. O HMAP é uma unidade que se preocupa com essa forma de atendimento unificada, cuidando para que todos os setores estejam engajados e conscientes sobre a importância de uma atenção qualificada, ética e profissional. “Uma assistência humanizada é essencial pois aumenta a eficácia do tratamento e, também, a satisfação dos pacientes, que passam a confiar mais nas equipes e na instituição e, consequentemente, temos feedbacks como estes exemplos.” Ressalta o coordenador de humanização do HMAP, Renan Mamedes.