(62) 3238-1100 contato@hmap.org.br
Escolha uma Página

Processo de formação da CIPA, que é anual, contou com 15 inscritos, sendo oito eleitos e oito indicados pela diretoria da unidade, totalizando 16 membros

Pela segunda vez, o Hospital Municipal de Aparecida (HMAP) realizou eleição para a formação da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). O processo de formação da comissão, que é anual, contou com 15 inscritos, dos quais serão escolhidos 16 – oito eleitos e oito indicados pela diretoria da unidade.

Segundo o técnico de segurança do trabalho, Antônio Anisio, a CIPA é um instrumento que os trabalhadores dispõem para tratar da prevenção de acidentes do trabalho. “A principal tarefa da CIPA é zelar por condições seguras no ambiente de trabalho, observando e relatando condições de risco, bem como fiscalizar as aplicações de medidas para reduzir e eliminar a ocorrência de acidentes e doenças do trabalho”, relatou.

Após a formação da CIPA, haverá treinamentos e reuniões mensais entre seus membros, para a promoção da qualidade do trabalho do colaborador. De acordo com Paulo Rassi, superintendente geral, a unidade do Município de Aparecida de Goiânia realizará um intenso trabalho em todas áreas do hospital. “Por exemplo, no administrativo, vamos analisar a ergonomia, a postura. Como a equipe trabalha muito tempo sentada, será que as cadeiras e as mesas estão adequadas? Para os profissionais que atuam com material perfurocortante, vamos levantar a quantidade de acidentes e reforçar o manual de biossegurança para que não sejam infectados”, reforçou.

Norma Regulamentadora

O HMAP segue os quesitos da Norma Regulamentadora 32. Essa é a norma que determina regras de segurança no ambiente de trabalho, como a vedação ao uso de adornos, brincos e colares.