(62) 3238-1100 contato@hmap.org.br
Escolha uma Página

Entre os dias 7, 8 e 9 de outubro, o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) sediou uma sequência de palestras com o propósito de discutir formas de atendimento humanizado em ambiente hospitalar. De acordo com Paulo Rassi, superintendente geral do HMAP, a humanização é uma união entre a qualidade do tratamento técnico e a qualidade do relacionamento que se desenvolve entre paciente, familiares e equipe.

Na abertura do ciclo de palestras a diretora de humanização, Marlete Ferreira, frisou a importância na promoção de eventos dessa natureza. “A Semana de Humanização teve como objetivo fortalecer quanto à importância da Humanização no atendimento à saúde, que, segundo a própria Política Nacional de Humanização (PNH) do SUS, engloba: contagiar os trabalhadores, gestores e usuários do SUS com os princípios e as diretrizes da humanização, fortalecer iniciativas de humanização, implantar modelos de atenção com responsabilização e vínculo, garantir os direitos dos usuários, valorizar os trabalhadores da saúde, entre outros”, destacou.

No total, foram quatro palestras com profissionais renomados que abordaram desde temas sobre direitos humanos até saúde mental. Segundo Joesley Bastos, coordenador de suprimentos, a Semana de Humanização foi extremamente proveitosa. “Posso dizer que as palestras foram incríveis para aprendizado e reflexão. O que ficou de mensagem foi demonstrarmos mais empatia para cada um daqueles que necessitam dos atendimentos do HMAP”, frisou.

“Valorizar a Humanização nos atendimentos tem sido uma postura cada vez mais adotada em todos os lugares e, na saúde, isso é crucial. Até porque já sabemos que um paciente nunca é apenas um paciente, ele também é o amor de alguém, amigo, trabalhador, inserido em diversos contextos sociais e culturais e isso deve sempre ser levado em conta”, finalizou Marlete.