Nutricionistas vão a escolas e ala pediátrica promover reeducação alimentar e boas práticas alimentares entre crianças. Combate ao desperdício é o principal foco.

Nutricionistas e outros profissionais do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) fazem nesses três dias próximos ao dia 6 de junho um ampla campanha de combate à desnutrição. O alvo é preparar crianças para combater o desperdício de alimentos e promover uma reeducação alimentar para combater a desnutrição desde a tenra idade. Isso faz parte de uma campanha de três dias visando comemorar o Dia D de combate à Desnutrição Hospitalar, que é lembrado no dia 6 de junho.

Sob o comando da coordenadora de Nutrição do HMAP, Amanda Oliveira, as integrantes do grupo foram na manhã dessa terça-feira na Escola Professora Vinovita Guimaraes da Silva, uma EMEI do Município de Aparecida de Goiânia onde trabalharam de forma interativa com cerca de 150 crianças dos 1º e 2º anos. “Essa ação tem o objetivo de reforçar as escolhas com valores nutricionais ainda na infância, prevenindo também a desnutrição infantil”, explicou Amanda Oliveira.

As profissionais tiveram uma dinâmica lúdica com as crianças incentivando-as a provar alimentos diferentes e aprovar sua textura, aroma e sabor. Alguns alunos foram vendados e levados a provar alimentos diferentes do seu padrão cotidiano. Após aprovação eles tinham os olhos descobertos e viam que haviam comido uma coisa diferente que era gostosa e que reduzia seu bloqueio com aquele alimento.

Para essa quinta-feira será trabalhado na Pediatria os 11 passos da campanha “Diga Não à Desnutrição kids”, uma campanha também da BRASPEN, enquanto paralelamente ocorrerá eno HMAP uma oficina de culinária no refeitório infantil onde as crianças da unidade, confeccionarão com supervisão de seus acompanhantes e dos nutricionistas da Unidade, salada de frutas, enquanto ouvirão de forma lúdica sobre alimentação saudável.

A diretora da Escola Professora Vinovita Guimarães da Silva, Selma Soares, elogiou a iniciativa e agradeceu a atividade das profissionais do HMAP com as crianças. “Creio que essa ação foi muito produtiva porque ajudou a derrubar mitos de alimentos entre as crianças e que elas vão até aceitar melhor alimentos diversificados”, frisou. Para ela essa integração e profissionais da rede de saúde como do HMAP será de fundamental importância para melhorar as relações com a comunidade aparecidense. “Queremos muito que outras atividades com essa aconteçam durante todo o ano”, finaliza.