Jacqueline Vieira apresentou trabalho pioneiro de rotinas para segurança e otimização de ações em benefício de pacientes. Jaqueline é farmacêutica e coordenadora de qualidade do HMAP. Ela desenvolve esse trabalho científico já pronto para ser implementado na unidade em etapa possivelmente ainda neste ano.

A pesquisa foi apresentada no congresso da Sociedade Brasileira de Qualidade e Segurança do Paciente. O conteúdo envolve ações que podem ser copiadas em outras unidades do país como medida efetiva de saúde para pacientes e de melhor gestão para hospitais. O trabalho concorre na modalidade pesquisa científica e experiência exitosa em instituição de saúde pública ou conveniada do SUS.

“Nossa pesquisa visa melhorar o atendimento aos pacientes, aliando à otimização de recursos e redução desses custos. Isso poderá ser traduzido em uma rotina definida e mais adequada para o colaborador e diminuir riscos da assistência”, explicou.

Segundo pesquisadora, o processo de assistência aos pacientes será substancialmente melhorada quando observados protocolos propostos no terceiro desafio global de segurança do paciente, que é a medicação sem danos. “Esse trabalho, inclusive, foi desenvolvido na parte da medicação, visando justamente fortalecer o cuidado com a medicação dispensada. Essas ferramentas contribuem muito para fortalecer o trabalho”, frisa. Os pacientes terão maior garantia de que o cuidado que lhes é destinado será mais eficiente.